Entrevista: Pr. Ubirajara Gomes

francisco_segunda-647

 

Entrevista: Pr. Ubirajara Gomes fala sobre a importância do Impacto de Carnaval e as expectativas para 2016

O bloco Sal da Terra chega a sua 17ª edição em 2016, levando a mensagem de Jesus ao público que circula no Pelourinho – Circuito Batatinha – durante o Carnaval.  De lá para cá, milhares de pessoas se entregaram ao Senhor Jesus, mudando para sempre a história de suas vidas. Confira abaixo uma entrevista com o fundador e coordenador do bloco, Pr. Ubirajara Gomes, presidente da Igreja Batista Missionária da Independência (IBMI), que em 2000 lançou o Impacto de Carnaval, uma estratégia diferenciada de evangelismo na cidade de Salvador.

 

  • Como o senhor recebeu o chamado de Deus para realizar o Impacto de Carnaval e criar o bloco Sal da Terra em 2000?

 

Na realidade eu não recebi um “chamado especial” de Deus para realizar o Impacto. O chamado para evangelizar já está na Bíblia em Mt. 28.18-20.  O que aconteceu foi que eu me conscientizei desse chamado e então veio a decisão de começar o Impacto de Carnaval.

 

  • O senhor pode conceituar o Impacto de Carnaval?

 

O Impacto de Carnaval é muita coisa, mas, para ser objetivo, podemos dizer que ele é uma ação evangelística realizada no período de carnaval que usa estratégias diferenciadas para divulgar a mensagem do evangelho.

 

  • O Impacto de Carnaval tem uma característica importante, que é o desenvolvimento de linguagens artísticas que dialogam com a cultura baiana. Isso não vai de encontro ao pensamento tradicional de adoração e evangelismo? Como o senhor entende a utilização das expressões culturais baianas dentro das estratégias de evangelismo da Igreja?

 

Talvez a maneira que evangelizamos vá de encontro ao método tradicional de evangelizar, mas com certeza não está em desacordo com a Bíblia. Cada povo tem a sua própria cultura e cabe à igreja usar as estratégias adequadas que ajudem as pessoas a entender o evangelho. Paulo, que foi o maior missionário de todos os tempos, disse: “ qualquer que seja  o tipo de pessoa, eu procuro achar um terreno comum a ela, para que me permita falar-lhe de Cristo e eu possa salvar alguns” (1 Co 9.22b) (N.B.Viva). O que Paulo fez é o que nós estamos fazendo.

 

 

  • O Carnaval é conhecido como uma festa pagã de que os crentes não devem participar. No entanto, a IBMI construiu um bloco que percorre o trajeto do Circuito Batatinha, no Centro Histórico, juntamente com outros blocos convencionais. Qual efeito espiritual e físico que um bloco evangélico pode trazer a uma festa em que ocorrem muitos eventos negativos, como violência, prostituição, uso excessivo de drogas, violência sexual e opressões de várias ordens?

O mesmo efeito que o sal tem na comida. O sal além de dar sabor ele tem a capacidade de preservar o alimento. Assim também a igreja no carnaval impede a destruição do ser humano tanto física como espiritualmente.

 

  • O senhor pode nos dar uma estimativa do número de pessoas que já se entregaram a Jesus no Impacto de Carnaval?

Não temos os números exatos desde o início, mas nos últimos três anos mais de três mil pessoas preencheram fichas de decisão, confirmando que aceitaram a Jesus.

 

  • Assim como nos outros anos, o Impacto de Carnaval 2016 vai contar com reforços que são a participação de artistas nacionais, sendo que nesta edição teremos uma atração internacional, o Christafari. Qual a contribuição desses artistas no trabalho de evangelização?

A música é uma estratégia muito importante na divulgação do evangelho principalmente quando ela é ministrada através de grupos como o Christafari, banda que Deus tem usado no mundo inteiro para salvar vidas.

  • Qual a sua expectativa para o Impacto de Carnaval de 2016?

Nesse ano, além do Christafari, vamos ter outras novidades como o cantor Waguinho, a Bateria da Escola de Samba da Igreja Bola de Neve desfilando junto à percussão do Sal da Terra e o trabalho com as crianças, que agora terá em cada dia do carnaval uma peça nova para ser apresentada. Por tudo isso e muito mais, as expectativas para o trabalho desse ano são muito boas.

 

  • Agora, chegou a hora de convidar toda comunidade evangélica de Salvador e do Brasil a participar do Impacto de Carnaval 2016.

Quero convidar a todos que estão lendo esta entrevista que venham evangelizar conosco no Impacto 2016. Tenho certeza que você vai ter uma experiência que nunca viveu e haverá crescimento espiritual para a sua vida.