Impacto de Carnaval

anderson_domingo-895

 

Salvador, primeira capital do Brasil, é uma cidade símbolo da diversidade étnica, cultural e religiosa. Em todos os anos, promove o carnaval de rua mais concorrido do mundo. Nessas ocasiões, ela recebe milhares de turistas, não só nacionais como estrangeiros, que vêm se divertir em meio a belas paisagens e a um povo pacífico e hospitaleiro, conforme promessa dos agentes de viagem.Nós, brasileiros e baianos, sabemos que, dado os índices de violência a que estamos acostumados, a realidade do nosso país não é tão bonita como parece, ainda mais em se tratando do período de carnaval.A Igreja de Cristo não se opõe a busca de alegria e paz por parte das pessoas que vão ao carnaval. Muito pelo contrário, ela está compromissada com Deus a levar a mensagem da verdadeira Paz ao Carnaval, de modo a que haja uma transformação genuína no coração das pessoas, a ponto de não haver mais espaço para violência na vida delas mas para restauração de caráter, conforme a Bíblia(Ef 4:24a29).

Com as pessoas tocadas pela mensagem do Evangelho do Senhor Jesus, a própria sociedade será em cheio beneficiada, com significativa queda no número de homicídios, acidentes de trânsito, assaltos, estupros, prostituição de menores, gravidez não planejada e dependentes químicos, além de folgar o atendimento nos hospitais.

Enquanto as pessoas buscam usufruir de um momento oportuno de alegria e paz, no Carnaval, mesmo com a precária estrutura social que ele dispõe, a Igreja encara pela 14ª vez consecutiva, em 2013, o desafio de cumprir sua missão, que é também social: ser a luz do mundo e o sal da terra (Mt 5:13e14).

Paulo Roberto Brito dos Santos
Jornalista(MTE/BA 3031)
Ministério de Missões Antioquia/IBMI